Este blogue é um ponto de encontro com a escrita, com os pensamentos, com os sussurros do coração, com a vida. Uma constante necessidade de dar e partilhar as pequenas e as grandes coisas. Este blogue é a reunião de amigos desconhecidos que se reconhecem nas palavras e nos gestos, aqueles por vezes tão comuns que deixamos de reparar, até alguém nos voltar a falar deles, como se fosse a primeira vez.

Música

11 de janeiro de 2019

O meu cão

Depois de uns dias de ausência, posso finalmente regressar ao meu Castelo Quase Encantado, e aos vossos Blogues. Obrigada a todos os que me têm acompanhado, sinto-me feliz e sortuda por ter conhecido tantas pessoas maravilhosas nestes meses. Desejo a todos um 2019 muito MUITO Feliz!

O meu Cão




"Enquanto não amarmos um Animal, uma parte da nossa alma permanecerá adormecida" 
Anatole Franco


Agora são muitos os livros sobre os nossos cães, os nossos gatos, há imensas histórias para contar sobre os os nossos amigos animais, eu também tenho muitas histórias com animais, umas melhores, outras piores. Os meus animais sempre foram e são especiais para mim. Foram muitos os que passaram pela minha vida, muitos os que ficaram para sempre. Mas hoje vou falar apenas do meu cão. Aquele que para mim era como um irmão.

O meu cão chamava-se Elvis
Era meigo, esperto, adorava crianças, cães, gatos, pássaros, queria brincar com tudo o que se mexesse, nunca magoou nenhum.

O Elvis adorava dar saltitos quando corria, rasgar papel, dormir de barriga para o ar, queria sempre ajudar, levando qualquer coisa na boca quando estávamos a chegar a casa, ou a trela ou um porta-moedas e ele ficava todo contente.
Adorava pegar na pontinha das almofadas, maiores que ele, com a boca e arrastá-las pela casa enquanto se abanava para nós, feliz.
Adorava puré e peixe cozido.
Corria para a beira dos nossos gatos quando miavam para os ajudar.
As orelhas do Elvis saltitavam quando ele saltitava.
Quando lhe perguntávamos onde tinha posto o chinelo ele ia buscá-lo,
Quando lhe perguntávamos pelas chaves que ele escondia mal entrávamos em casa para não sairmos, ele ia ao sitio mostrar-nos onde estavam.
Quando lhe perguntávamos pela bola ou pelo osso ou outro brinquedo ele sabia qual era e trazia-o.
Quando lhe dizíamos "olha a mosca", ele olhava à volta à procura,
Quando lhe dizíamos "olha um avião" ele olhava para o céu,
Quando lhe perguntava pelo meu pai ele ia a correr procurá-lo pela casa e dava um saltito a olhar para mim quando o encontrava.
Se lhe dissesse que o meu pai estava na cozinha ele ia directo à cozinha...
Ele entendia tão bem quando lhe dizia vai à cozinha, quarto ou sala, assim como rua.
Ele aprendeu dezenas de palavras, sem nunca procurarmos que o fizesse, apenas com a convivência, com a comunicação que existia entre nós.
Não havia ninguém mais feliz no Mundo quando eu chegava a casa, quando os meus pais chegavam a casa.
Foi o melhor cão do Mundo para mim e nunca deixarei de sentir saudades dele.
Foi dedicado e fiel a vida toda.
E embora não falasse, disse-me muito com o olhar, com a cauda, com os movimentos e os latidos, com o carinho, apoiou-me e esteve sempre lá quando precisei dum amigo e não tive ninguém por perto.

O Elvis nasceu em 1997 e faleceu em 2007, foi feliz e tratado como família durante toda a sua vida.

Cuidem Sempre dos Animais
 

Sandra Reis

20 comentários:

  1. Boa tarde, querida amiga Sandra!
    Eles são myito meigos e fiéis. Gosto muito, mas não os tenho mais. Viajo e não poderia deixá-los sozinhos.
    O seu cão falecido deve ter sido muito bem tragado, pelo que vi e percebi .
    Seja muito feliz e abençoada junto aos seus amados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem
    🌼🌹🌻🌺🏵🌸💐🙏
    Seja muito feliz

    ResponderEliminar
  2. Por vezes é preferível lidar com um cão que com certas pessoas! Amei a tua postagem!

    Obrigada, palavra tão simples
    Beijo, e um excelente fim de semana!

    ResponderEliminar
  3. Como a entendo!!!
    Tive uma cadelinha durante 17 anos e ainda hoje sinto a perda que foi e o que sofri!!! Bj

    ResponderEliminar
  4. Os animais trazem uma luz diferente à nossa vida *-*
    O teu cão era uma riqueza!

    ResponderEliminar
  5. Que amor! Adoro os animaizinhos e gostei de saber Elvis, que pena, como os meus, já se foi! beijos praianos,chica

    ResponderEliminar
  6. Que cãozinho tão lindo e inteligente. Adorei o texto/homenagem. Só quem tem e ama um animal, pode entender a saudade que ele deixa.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  7. Muito bom Sandra e as saudades que tenho a certeza tens do Elvis.
    Também tenho um e sim, é tratado como membro da familia.
    Deixo-te um beijinho com votos de feliz fim de semana.

    Olhar D'Ouro - bLoG
    Olhar D'Ouro - fAcEbOOk
    Olhar D'Ouro – yOutUbE * Visitem & subcrevam

    ResponderEliminar
  8. Adorei o texto de homenagem ao Elvis, até me emocionei. Eu percebo porque tenho um cão chamado Benny, sei que vou ter muitas saudades dele quando partir, ele é como um membro da família. Beijinho e bom fim de semana.
    Mundo da Fantasia

    ResponderEliminar
  9. Sandra; antes de mais, quero desejar-lhe um 2019 recheado de coisas boas em todos os setores da sua vida. Depois, dizer que o Elvis é lindo, eu falo no presente porque eles permanecem sempre no nosso coração bem vivos. Foi o que aconteceu comigo quando perdi o meu querido amigo Cascais que partiu há 6 anos já velhinho, mas a saudade continua cá e será para sempre. Como a compreendo... Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Que publicação amorosa, Sandra. Os nossos patudos trazem alegria e momentos maravilhosos à nossa vida, dão-nos o amor mais puro e fazem-nos tão felizes. O Elvis foi um sortudo <3
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Eu tenho dois e um o livy é mt parecido com o teu nem quero pensar quando nao os tiver pois eles ja me salvaram a vida duas vezes por isso sao mt mais que animais para nos eles fazem parte da familia ate tem o passaporte adorei a tua homenagem bjs

    ResponderEliminar
  12. Saludos
    Me gustan los perros , el mio también me dejo y ya no tengo más...su recuerdo es un tesoro...ellos son parte de nuestra familia, son los hermanos menores.

    ResponderEliminar
  13. Que lindo era o Elvis! Lindo mesmo. E por tua descrição sobre ele, parecia ser muito carinhoso, esperto. Como sabes, eu amo os animais, todos eles, inclusive os cachorros. E acho que o mundo deveria ter mais respeito mesmo com os nossos companheiros de planeta Terra, e com todos, cachorros, gatos, bois, aves, baleias, etc. Gostei muito do texto. Espero que estejas bem, um abraço!

    ResponderEliminar
  14. Que publicação tão amorosa *.*
    Também vou ter muitas saudades do meu quando ele já não estiver mais aqui :(

    Beijinhos grandes ^^
    O blog da Mó | Instagram | Facebook

    ResponderEliminar
  15. Era super lindo o teu cão! Concordo com tudo o que dizes, temos que tratar bem todos os animais! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  16. Un meraviglioso e simpatico cane di gran compagnia!
    Un sorriso,silvia

    ResponderEliminar
  17. Sei como é essa dor e como magoa essa saudade, ainda que já esbatida pelo tempo...
    Gostei de ler, Sandra.
    Abraço solidário.
    ~~~

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita <3